• André Vidmar

Franquia: Confira quais são as responsabilidades de ter o seu próprio negócio

SÃO PAULO - Termina no próximo sábado (11), em São Paulo, a 20ª edição ABF Franchising Expo, a maior feira de franquia da América Latina. De acordo com a ABF (Associação Brasileira de Franchising), organizadora do evento, no total, são esperados 45 mil visitantes.


Quem acredita que, ao adquirir uma franquia, além de ser o seu próprio chefe, terá um emprego vitalício está enganado. É o que afirma o especialista da consultoria 5A Consultoria, André Vidmar. De acordo com o consultor, "isto é um erro muito comum".





Ele explica que é fundamental ter em mente que um negócio requer tomada de decisões, relacionamento com pessoas, análise de potencial e, principalmente, de investimentos para a manutenção da empresa, ao menos nos primeiros anos. "Ser dono do negócio implica ser o seu próprio patrão e ter responsabilidades com folha de pagamento, fornecedores, clientes e com a própria rede de franquia", afirma.


Fatores que merecem atenção

Ele acrescenta que o futuro empreendedor deve estar atento a outros fatores que devem impactar o seu negócio, como a localização, os canais de distribuição, promoção, produto e gestão.


"Faça uma análise dos riscos e das vantagens do negócio. Saiba se a cultura do franqueador é aderente à sua. Examine as possibilidades de retorno do investimento e o prazo para atingir o ponto de equilíbrio. Conheça sua região e saiba as potencialidades de seu mercado. Não vá apenas pelo encantamento de ter uma boa marca em seu portfólio. Um negócio deve ser estudado antes de ser implantado. Planejamento é fundamental para que o empreendimento dê certo".


Como escolher a franquia

Claudia Bittencourt, diretora-geral do Grupo Bittencourt, consultoria especializada em franquias, ressalta também a importância da identificação que a pessoa tem de ter com o negócio. "A pessoa tem de ter afinidade com o setor e com o trabalho. Por exemplo, não basta apenas gostar do varejo, mas gostar ao ponto de ter trabalhar durante horas dentro de uma loja. É importante saber exatamente o que quer", explica.


Antes de ir até a feira, Claudia aconselha que os empreendedores acessem o site da ABF e outros portais específicos na internet dedicados ao franchising. Em um segundo momento, o interessado pode fazer um estudo nos sites das próprias empresas. Outra dica é conversar diretamente com empresários que já atuam na marca em que está interessado.





Entrevista com a franqueadora

Vale destacar que, antes de assinar o contrato, os franqueados passam por uma entrevista com a franqueadora. "Nesta hora, a pessoa não deve fazer somente o papel de entrevistado, mas deve entrevistar também", diz a especialista.


Na entrevista, o empreendedor deve perguntar sobre valor do investimento, projeção de faturamento, retorno do investimento, tipo de apoio que a franqueadora oferece, pagamento da comissão sobre as vendas, taxa de marketing, de royalties, lucratividade, entre outras questões. Já a empresa avaliará tanto o perfil do candidato como o seu capital.


"Estudar ao máximo evita que a pessoa entre no mercado com uma expectativa errada e fique desmotivada nos primeiros meses. O retorno está previsto de acordo com o investimento, para quem investe pouco, o retorno também é pouco" declara Claudia.



Fonte: http://noticias.bol.uol.com.br.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo